TillApp

De Stoq Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Foco da Aplicação

A aplicação de caixa tem como objetivo principal o gerenciamento de pagamentos relacionados à vendas.

Bugs abertos

Perfil dos Usuários desta Aplicação

Aplicação voltada à vendedores e/ou administradores de caixa.

ProcessoTill

Introdução


O objeto Till tem como objetivo principal agrupar pagamentos de todas as vendas realizadas em um caixa de uma empresa e no caixa de suas filiais. Também contêm referência à todos os suprimentos (entradas de dinheiro no caixa) e sangrias (saídas de dinheiro do caixa). É importante observar que cada operação de caixa contêm um objeto Till único que a representa.

No caso da Reece, temos duas operações de caixa em um dia (dois objetos Till);

XXX: Analisar aqui se há interação com impressoras fiscais, visto que não é possível fazer duas reduções Z (fechamento de caixa) em um mesmo dia.


Obtenção de pagamentos


O objeto Till também contêm uma referência para um objeto BranchStation (que, por sua vez, contêm uma referência para um objeto PersonAdaptToBranch representando a filial em que ele está), logo, podemos facilmente obter todos os pagamentos, de uma determinada filial, que aconteceram em um determinado dia, assim como podemos ter todos os pagamentos pertencentes à movimentação de caixa de uma estação da filial em particular.


Abertura e fechamento de caixa e localização dos pagamentos


Na aplicação, quando o caixa é aberto é emitido a leitura X*, pelo ECF**, o status de todos as formas de pagamento realizadas no dia estarão como “abertos”, pois enquanto não é feito o fechamento de caixa não há confirmação e ou conferência das operações. Ao realizarmos o fechamento do caixa , todas as movimentações feitas no dia que antes tinham seu como status “aberto”, agora terão seu status alterado para “fechado”, confirmando assim a realização das operações efetuadas no dia, e ao final do período será emitida a redução Z***, pelo ECF.

  XXX:* Leitura X;

É um relatório emitido a qualquer momento, pelo equipamento fiscal, indicando os valores acumulados nos contadores e totalizadores, sem que isso resulte em zerar ou diminuir destes valores.

  XXX:** ECF (Emissor de Cupom Fiscal);

Equipamento Emissor de Cupom Fiscal com capacidade de efetuar o cálculo do imposto por alíquota incidente, indicando, no cupom fiscal, o grande total (GT) acumulado, o símbolo característico de acumulação no totalizador, e situação tributária da mercadoria.

  XXX:*** Redução Z;

Relatório emitido pelo equipamento fiscal, contendo idênticas informações às da leitura X, indicando a totalização dos valores acumulados e resultando obrigatoriamente no zeramento dos totalizadores e contadores parciais. Operação realizada obrigatoriamente no encerramento de um período fiscal (diariamente).


Suprimento e Sangria de caixa


Suprimento – entrada de dinheiro no caixa, normalmente usado para compor o caixa em sua abertura, ou como um reforço de caixa dependendo das necessidades financeiras do mesmo.

Sangria – saída de dinheiro do caixa, normalmente usado para composição de depósitos feitos pela empresa, no decorrer da movimentação diária e no término do expediente quando o caixa é fechado. Obs: No final do expediente não é necessário que o caixa seja zerado, no sistema pode ser feita uma sangria parcial permitindo que tenhamos um saldo de caixa, para ser utilizado como saldo inicial de caixa do dia posterior. Qualquer suprimento e sangria, é feito com base na forma de pagamento em dinheiro, ou seja, não é verificado os tipos de pagamentos que o caixa possui antes de se realizar essa operação, por exemplo; Se temos 5 cheques no valor de R$ 100 de duas vendas no caixa e fizermos uma sangria de R$ 200, será cadastrado mais um payment da forma dinheiro no caixa. O caixa não responsável pelo controle financeiro da empresa, visto que, o mesmo trabalha em regime de competência, isto é, uma modalidade contábil que considera os fatos contábeis ocorridos durante o exercício para fins de apuração dos resultados do mesmo.


Histórico de caixa


Histórico de caixa é utilizado para visualizar e realizar lançamentos de operações fiscais e não fiscais ocorridas na competência do caixa. Operações fiscais - são todas as operações originadas de uma venda, nestas vendas são gerados valores os quais devem ser informados ao fisco, porem os produtos possuem diferenciação a este respeito, sendo que alguns podem ser não tributados. De acordo com a lei. Operações não fiscais – são as operações realizadas na competência de caixa, porem as mesmas não são informadas ao fisco, as operações decorrentes desta modalidade são suprimentos e sangrias.


Operações fiscais de caixa


Interface de pesquisa para todas as movimentações fiscais do caixa, sendo exibido as vendas com suas condições de pagamento. Sendo possível consultar vendas em aberto, fechado, em qualquer estado e em qualquer data.

ObjetosDominio

InterfaceTill

Detalhes

XXX